5.22.2015

Journey

Além de cinema, livros, fotografia e animações, eu sempre fui apaixonada por games. Eu lembro do meu irmão ganhando seu primeiro console, um Super Nintendo quando eu tinha 8 anos de idade, e gente, o que foi aquilo? Eu passava horas vendo meu irmão jogar, completamente viciada. Mas quando ele ganhou o Playstation 1, eu parei de assistir e comecei a jogar. Entre títulos como Tomb Raider, Resident Evil. Driver, Crash, eu me sentia muito foda, sabe aquele tipo de sensação que apenas jogos loucos como esses e uma mentalidade infantil consegue produzir? Então. 
Com o passar dos anos, meu irmão continuou comprando os consoles que eram lançados, e seus jogos. porém meu interesse diminuiu, não porque alguma coisa era ruim, mas porque eu comecei a ler, a assistir filmes, a fotografar, estudar, trabalhar, e o tempo foi se tornando escasso. É difícil ser nerd.

Mas algumas vezes, e tenho que dizer, que são maravilhosas, aparecem jogos incríveis que eu simplesmente não posso ignorar. Alguns exemplos são: Uncharted, Life is Strange, Limbo, Shadow of The Colossus, Ico, The Last of Us, Heavy Rain, Beyond: Two Souls. Sabe, são jogos que realmente te dão uma experiencia fantástica. É muito mais do que horas perdidas na frente da televisão, são horas incríveis, com personagens cativantes e histórias dignas de Tolkien. 
Essa pequena introdução foi para exemplificar o quando o universo da fantasia me atrai. Além de livros e filmes, eu me encontro sempre imaginando como a jornada de cada personagem que conheço dentro dos jogos continua. É uma história sem fim.

 E falando de história sem fim, vamos falar de "Journey"? Porque dentre todos os games que já tive o prazer de jogar, Journey é um dos favoritos. É uma experiencia curta, mas completamente fascinante. Não, eu não vou te dizer o que o jogo realmente é, porque isso você descobre no final, e é maravilhoso. Mas eu vou te falar por que você deve joga-lo. Além da trilha sonora fantástica, ele é bem simples. Você controla uma figura encapuzada que tem que chegar a montanha iluminada. E pelo caminho você encontra outros jogadores, vestidos do mesmo modo que você, que podem te acompanhar nessa jornada. Você também encontra 'palavras' que ao se juntar ao seu cachecol, te permite flutuar por alguns segundos. Essas palavras também controlam tudo nesse mundo de Journey. Além de contar as histórias que você encontra nas paredes dos templos. O jogo foi aclamado pela critica especializada, e sua trilha sonora foi indicada ao Grammy de Melhor Trilha Sonora para Mídia Visual. Journey é a perfeita junção de música com imagens o tornando uma experiencia memorável.

Era uma sábado a noite quando eu joguei Journey, e estava sozinha em casa, porém encontrar outros jogadores, me deu uma sensação genuína de companheirismo. E eu nem preciso dizer que eu chorei no final do jogo, né? Mas de qualquer maneira, vale muito a pena. São por histórias como essa que eu me apaixono pela fantasia cada dia mais. E eu não viveria na realidade nem por todos os galeões do mundo. Espero que tenham gostado, pois eu adoro esse universo, e pretendo trazer o assunto para o blog novamente :) 

Au revoir

Postar um comentário

Latest Instagrams

© Não Seja Julieta. Design by FCD.