Empodere-se #fatandfabulous

Uma das coisas mais difíceis em ser gorda, não é exatamente o fato de pesar vários quilos a mais do que se é esperado por essa sociedade doente. O mais difícil é você enfrentar a quantidade de chorume que é jogada sobre você. É como eles te fazem sentir. E quando eu digo eles, eu me refiro a praticamente todo mundo. Desde familiares a pessoas desconhecidas. E infelizmente isso pode até incluir amigos. A gordofobia está em todos os lugares, é a podridão do comportamento humano enraizado em pessoas de mente pequena. 
Porém hoje eu não vim aqui hoje para revoltar e xingar o mundo por suas palavras de ódio e preconceito, eu vim mostrar algumas imagens bonitas <3 que encontrei no Pinterest. E apesar do Pinterest ser meu site favorito, eu demorei muito tempo para achar dignas 20 ilustrações de mulheres lindas, gordas e fabulosas. 
Quem me conhece sabe que eu sou fascinada por desenhos animados/ilustrações/animes/animações. Todo esse universo me encanta muito, e vira e mexe tem sempre uma ilustração bonita por ai, quer ver?  Mas cadê as moças gordas? :( Eu tive que digitar palavras bem especificas para encontrar as imagens, mas dá uma olhada e me fala se não são tão lindas quanto as outras! *-*
Uma das coisas que as pessoas devem entender, é que quando dizemos que gordas são bonitas, não estamos dizendo que magras são feias. Há espaço para todas nós. Não precisamos criar esse atrito desnecessário, não precisamos perder tempo xingando uma as outras, porque acima de tudo, lutamos por um mundo onde todas as mulheres se sintam bem na própria pele. 
Eu espero que as imagens inspire você, que abra sua mente e que a faça aceitar essa coisa maravilhosa e rica que é a diversidade.  

Au revoir

2 comentários

  1. A nossa sociedade da ditadura da magreza pega muito no pé dos quilinhos extras e para mulheres a situação é ainda pior. É comprovado que é possível estar acima do peso e ainda ter uma boa saúde, então as pessoas deveriam parar de se preocupar tanto com os pneuzinhos alheios e deixar cada um ter o corpo que o/a faz feliz.
    Conhece o trabalho da modelo Tess Holliday?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, não é "quilinhos a mais" e nem "pneuzinhos alheios", é um problema sério, é preconceito, é errado. E se você usa diminutivos para esse problema, você está minimizando a discriminação que as mulheres sofrem por serem gordas. Uma discriminação que os homens NÃO sofrem. São muitos quilos a mais, e não um quilinho ou outro que pessoas magras tem, isso é algo completamente diferente. Isso é body shaming, muito diferente de gordofobia. E eu conheço o trabalho da Tess e admiro muito ela.

      Excluir

© Não Seja Julieta. Design by Fearne.