12.31.2014

Todo mundo ama: móveis coloridos

Olá, hoje eu vim mostrar para vocês uma das minhas coisas preferidas hehhe, móveis coloridos. Toda vez que eu falo sobre móveis coloridos, sempre vem um voz na mente dizer "É difícil de combinar o ambiente". Pois é, pode ser um pouco complicado você achar um guarda roupa vermelho, que combine com sua estante de livros rosa e que fique bonito perto de sua escrivaninha azul. Ok, eu exagerei um pouco, mas o que quero mostrar é que combinar móveis coloridos dentro de casa não é impossível. Além de ficar lindo. Quer ver?
Eu particularmente acho muito chato hoje em dia ter sua casa decorada apenas com mogno, marfim e tabaco. Aqui na minha cidade, a decoração é um comercio muito forte, e ter ideias para mudar os ambientes é o que não falta. No começo de Setembro, eu comecei a implicar com meu escrivaninha. Ela era grande, quadrada e tabaco. Era bonita, mas não fazia parte do que eu queria. Com isso, fui até a Decorazzo e troquei minha escrivaninha quadrada por uma azul turquesa fofa <3 heheh. Não contente, ganhei de Natal da senhora minha mãe, um criado mudo azul fofo também, comprado na Decoratta. Estou mudando meu quarto aos poucos, mas trocar essas duas peças já fez uma diferença enorme *-* olha só:






Pois é, pelo visto a Emma não liga nem um pouco se estou fazendo as fotos do post, MUITO obrigada
Móveis azuis são lindos demais, e deixam o ambiente harmonioso. É claro que há partes do meu quarto que ainda não combinam com outras, mas tudo aos poucos, baby steps :D
Esse é definitivamente o ultimo post do ano, eu enchi o blog com post em Dezembro, porque estou de férias, e sei que a partir do ano que vem tudo vai ser correria, como sempre. Eu não pretendo parar com o blog, nunca, todo meu tempo livre eu dedico e vou dedicar a ele, e fico contente em ver que cada vez mais pessoas estão gostando do meu trabalho. Eu desejo um Feliz Ano Novo a todos, e para ser sincera eu nunca tive uma perspectiva muito boa com outro ano chegando, mas hoje sinto que 2015 vai ser um dos melhores anos da minha vida. Começar a faculdade, fazer o intercambio, continuar com o blog, melhorar meu inglês e fotografar. Parece um pouco convencido, mas tudo na minha vida finalmente se encaixando. Obrigada pelas suas visitas, vejo vocês em breve :)

Au revoir

12.28.2014

Cliques da semana #4

#followthelighs

Olá, as duas ultimas semanas foram de correria, estresse, e cobranças, como é todo final de ano. Mas consegui reservar um tempo para fotografar, apesar de poucas fotos, gostei bastante do resultado, e espero que gostem também. Um detalhe: eu não coloco marca d'água nas minhas fotos, porque eu acho feio, e acho que prejudica muito o trabalho e o olhar do fotografo. Todas as fotos deste blog são feitas por mim. E elas dão um belo trabalho. Espero que não haja problemas sobre roubo de fotografias por aqui. Sim, eu sei que é internet, mas não significa que quero meu trabalho banalizado. Obrigada :) 
















As luzes se destacaram nas fotos dessa semana, fica um resultado lindo, não acham? Espero que tenham um final de ano maravilhoso, e principalmente calmo, haha, eu preciso pelo menos. 

Au revoir

12.26.2014

Na estante: Sombra e Ossos

Pelas Terras de Ravka
Olá, como vai você? Gostaria de começar essa resenha dizendo que estou muito feliz em faze-la. "Sombra e Ossos" é, no mínimo, surpreendente. Esse livro foi um presente de Natal da minha irmã, e tenho que dizer que ela acertou em cheio. Eu já falei na resenha de "No Escuro" que não estava encontrando livros de fantasia que mereçam ser classificados nesse gênero. Porém, aqui está, meu presente de Natal foi definitivamente mágico.
Uma das minhas surpresas foi quando abri o livro e descobri que havia uma mapa (lindo!) desenhado dentro de suas primeiras páginas, o que fez meu coração parar por milésimos de segundos. Obrigada, Leigh! Sua impressão do mapa é que ele parece um pouco vazio. E ao decorrer de sua leitura você entende o porque. Além do mapa, o livro inteiro contém gravuras lindas e detalhadas, acho que é sempre bom você ver o quanto o autor e a editora se dedicaram em imergir o leitor na história.
Em "Sombra e Ossos" acompanhamos a história de Alina Starkov, uma orfã de guerra. Cartografa do exercito, Alina não demonstra ser nada além de comum. Nossa heroína, que não se parece com uma heroína tão pouco, é apresentada como sempre são apresentados os heróis hoje em dia, quase que imperceptivelmente. E mesmo quando Alina descobre seus poderes, os vivencia, e os fortalece, ela ainda não se parece como uma heroína. Ela está sempre sendo empurrada pelo seu amigo Maly ou por seu recente guia, Darkling. E principalmente, ela está sendo empurrada por um sentimento de insegurança e incapacidade. E por mais que algumas vezes Alina se veja com um senso muito vitimizado da situação, ela é uma personagem cativante. E o jeito que ela inverte toda a situação, é extraordinário e natural. É necessário considerar que apesar de Alina se sentir atraída pelos dois senhores citados anteriormente (Maly e Darkling) a autora definitivamente não tece um triangulo amoroso na história, obrigada! Não tenho nada contra romances, nada contra triângulos amorosos, mas a história da "Trilogia Grisha" já é tão boa, que se a autora quisesse mesmo focar em triângulos amorosos, tudo estaria perdido. Um fato interessante é que os personagens secundários apresentados são interessantes e misteriosos ao mesmo tempo, creio que a autora esteja esperando os outros livros para contar mais sobre eles. São infinitas possibilidades.
O ritmo do livro é muito agradável, para você ter uma ideia eu comecei ler a uma da manhã do dia 25 de Dezembro (sim, depois da ceia de Natal), me estendi até as 3 da manhã e o terminei as 18:00 da tarde. Do mesmo dia.  (e agora, as 19:38 da noite do mesmo dia, estou escrevendo essa resenha) Com isso você pode até pensar, "Hmmmm deve ser uma leitura fácil", errado. Só porque é uma leitura prazerosa, não significa fácil. Nossa querida autora Leigh Bardugo, nos deu uma fantasia completa. Reinos, dialetos, criaturas mágicas e sombrias, uma ordem de "feiticeiros" (Grishas), soldados dos homens e um mapa.
Cores definem as patentes de cada Grisha, sua categorias e subcategorias. O Rei e seus homens são tidos como tolos, e a população de Ravka é quem sofre com toda ganancia pelo poder. E a única esperança para salvar o mundo da escuridão, é descoberta onde menos se esperaria. Clássico. Porém só porque o enredo é clássico, não diminui a sua autenticidade, A Dobra da Sombra, lugar onde a escuridão é predominante, leva o leitor e os personagens enfrentarem criaturas tiradas dos piores pesadelos.
O livro é lançado pela Editora Gutenberg, possui 287 páginas e já tem seu sucessor lançado pela mesma editora, "Sol e Tormenta", que pretendo trazer para o blog também. Vale lembrar que o terceiro e último livro será lançado em Fevereiro de 2015, chamado "Ruína e Ascensão". Mais alguém ansioso? hahaha











Nossa autora não só deixa pontas na história, mas um vácuo. Imagino eu que ela apenas criou a história toda em sua cabeça e decidiu conta-la em três livros, perfeito. Meu anseio para voltar conhecer as histórias de Ravka é enorme, quero saber até onde Alina pode chegar com seu poder , e se ele a corromperá como fez com tantos outros. "Sombra e Ossos" não tem medo de ser o que ele é, uma fantasia. Pura e real. Leia se você for apaixonado por fantasia. E leia mesmo se você não for apaixonado por esse gênero, é simplesmente um bom livro.

Au revoir

12.22.2014

Cada capa uma história #vermelho

Olá, hoje estou aqui para começar uma nova tag no blog Não Seja Julieta. Essa tag vai mostrar para vocês meus livros e suas respectivas capas, e falar um pouco sobre elas. Não vou colocar sinopse nem fazer uma mini resenha, tudo a seu tempo. Eu decidi começar pela cor vermelha, uma porque eu tenho uma quantidade razoável de livros dessa cor, e porque as capas que tem a coloração vermelha são sempre criativas e chamativas. Um aviso: tenho mais livros do que consigo ler, isso significa que muitos que postarei aqui eu ainda não fiz a resenha. Mas não tem problema não, que 2015 nem começou e eu estou super animada :D

#lovinghimwasRED

13 Mulheres e Um Colar de Diamantes: esse livro tem uma arte muito bonita, com passarinhos e gatos. Acho lindo como eles misturaram o vermelho com esse verde petróleo, ficou uma combinação perfeita. A história contada nesse livro é verídica. :) 

Alfred Hitchcock e Os Bastidores de Psicose: acho lindo como eles fizerem recortes de cenas e fotos e colocaram na capa como se fossem laminas, e tudo isso sob o vermelho! A Intrínseca sempre faz capas de livros incríveis, acho que é uma das únicas editoras que tenta conhecer a história antes de jogar qualquer imagem aleatória. 

Taylor Swift - Linda, Romantica e Ousada: ai dona Taylor, que meu coração bate mais forte por você não é novidade, mas imagina quando meu amigo me deu esse livro de aniversário? Veio numa embalagem de rosas, não dá pra esquecer. É uma capa simples, mas essa era foi quando a Taylor tinha lançado RED, e na minha opinião, ela simplesmente se tornou um conceito para essa cor. <3

Veronika Decide Morrer: existe uma quantidade bem grande de capas para os romances de Paulo Coelho, algumas são bonitas, outras nem tanto. Mas essa aqui que eu tenho, é linda por demais. Me dá uma sensação de solidão ver essa moça de casaco e boina vermelha caminhando sozinha pela neve hehehe. 

Peanuts Amor - Ninguém Gosta de Mim...: meu primeiro contado com os quadrinhos de Schulz foi quando comprei essa edição de bolso fofa em uma das minhas viagens pela internet. Foi amor a primeira leitura <3 

A Menina Que Roubava Livros: tenho esse livro há uns 6 anos. Fico enrolando para ler ele, acho que fico meio entretida com a capa maravilhosa. Brincadeira, nem é por isso. Ele será minha próxima resenha :)  Esse é um ótimo exemplo de que mesmo quando o vermelho não é predominante, ele se destaca.

O Médico e O Monstro: outra edição de bolso, mas dessa vez um clássico do horror. Vê se um homem na capa sombrio e misterioso, e ao seu lado a cor vermelha grita o titulo do livro. Combina muito com a atmosfera da história. 

O Código da Vinci: esse foi o primeiro romance que li de Dan Brown. Todo o mistério sobre a linhagem que Deus deixou na Terra é muito interessante, além de uma ótimo livro de história. E sim, tenho uma queda por teorias da conspiração. 


Bom esses são os meus livros com capas vermelhas, existem inúmeros por ai, espero aumentar minha coleção em breve. Espero que tenham gostado :) 

Au revoir

Latest Instagrams

© Não Seja Julieta. Design by FCD.